Nos nossos supermercados é realmente difícil encontrar o galego. E é que de facto é mui complicado renomear em galego os numerosíssimos produtos que a eles chegam diariamente. Mas, e se colaborássemos com o mundo lusófono? E se preparássemos o galego para facilitar que os utentes do galego pudesse usar esse recurso linguístico quando o entendessem pertinente?

- Publicidade -