Eduardo Maragoto explica-nos neste vídeo como a ortografia portuguesa atual é, em muitos casos, mais próxima das falas galegas que das próprias falas portuguesas